De "futilidades" também se vive

Mulheres, leiam, é interessante: qual mulher nunca passou por isto: em seu local de trabalho de repende o brinco cai no chão e a porquinha ou tarraxinha some. O que fazer sem um brinco? simples. Aprendi com a copeira da CAADE. Corta um pedaço de borracha e comprima no brinco. Pronto, você tem um tarraxa improvisada.
Depois desta dica, não perca tempo procurando uma tarraxa difícil de encontrar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vara Federal de Florianópolis suspende obrigatoriedade da Lei Brasileira da Inclusão

Aplicabilidade da Lei de inclusão da pessoa com deficiência no TRE-MG

Resolução determina medidas para inclusão de pessoas com deficiência